Viagem a trabalho foi uma delícia

Olá, meu nome fictício é Mônica, tenho 32 anos e sou casada há 10 anos com meu marido e a gente se dá muito bem, eu amo muito o meu marido e nunca pensei em traição, somos muito unidos e temos uma ótima vida sexual, realizamos muitas fantasias entre as quatro paredes do nosso quarto, tenho 1 filho de 5 anos fruto de nosso amor. Meu tipo físico é bem normal, sou loira, cabelos curtos e tenho pernas grandes  e grossas, pernas essas que meu marido adora acariciar em nossos momentos íntimos.

Ocupo o cargo de gerente de uma filial de uma grande empresa e duas vezes por ano preciso ir a capital passar por treinamentos e aperfeiçoamentos e foi em uma dessa viagem que aconteceu algo estranho comigo, todos os gerentes participam e íamos passar o final de semana todos num hotel, muito lindo por sinal, ficamos hospedados durante o dia o treinamento era intenso e a noite a gente tirava pra relaxar.

Deixei meu marido em casa cuidando de nosso filho e fui para o encontro, logo no primeiro dia conheci o pessoal e tinha um rapaz e logo ficamos bem próximos, acho que os opostos se atraem mesmo viu, pois eu sou loira e pele bem branca e ele era negro atlético, ficamos amigos e passamos o treinamento todo juntos no hotel, na primeira noite a gente saiu para jantar juntos, ele era um rapaz muito educado, tomamos um vinho juntos, e não sei por que nós dois juntos estávamos chamando muito a atenção de todos ali, acho que todos ficavam pensando como aquele negão tinha arrumado uma loirinha dessas.

Brincamos e rimos um pouco, então eu comentei com ele acho eu todos estão pensando que somos um casal, ficamos por ali rindo então estava tarde e fomos dormi, ele no quarto dele e eu no meu quarto, mas antes de entrar nos quartos tínhamos que passar por um longo corredor e lá no final era nosso quarto, fomos quase se abraçando, e eu sentia algo estranho dentro de mim, algo que me puxava para perto daquele homem, eu podia senti seu sangue ferver, mas nos controlamos e antes de entrar trocamos um demorado abraça, sem querer senti ele se excitando, o volume do seu short aumentou, deu para perceber como era grande.

Entrei no quarto e meu pensamento não parava de me incomodar, não sabia o que estava acontecendo comigo, eu era casada e bem casada e nunca tinha traído meu marido, mas tudo que eu queria era me entregar de corpo e alma para aquele negão, deitei na cama e fiquei imaginando ele se masturbando no seu quarto pensando em mim, fiquei muito excitada e comecei a me tocar de um jeito muito especial, gozei sozinha naquela noite.

No outro dia de manhã a tentação aumentou mais ainda quando ele me falou bem baixinho no meu ouvido que tinha sonhado  comigo, pedi para ele contar mas disse que ia me contar só quando a gente tivesse tomando um drink a noite, hum eu estava adorando aquele clima.

Chegou a noite e fomos jantar e tomar alguns drinks, então ele falou que no sonho a gente entrava no mesmo quarto no final daquele corredor, me coração acelerou com o sonho daquele homem, realmente ele estava me desejando  e eu sorri um pouco para ele e disse, vc vê algum pecado nisso? então ele disse, pecado algum.

Fomos para o quarto e em todo o trajeto do corredor fomos em silêncio, porem ao chegar  no final nos abraçamos bem mais demorado e quente do que a outra vez, então eu cochichei no ouvido dele posso conhecer seu quarto, então entramos e foi como num sonho, entramos nos agarrando e nos beijando como um casal de namorados, minha pele branca ao tocar aqueles músculos negros se excitava toda, minha vagina piscava como nunca antes, era muito tesão e eu já estava molhadinha….deitamos na cama nos agarrando e ele tirou toda a sua roupa, MEU DEUS QUE HOMEM GOSTOSO, ERA MUITO FORTE E GRANDE, SEU PAU ERA LINDO NEGRO, GRANDE E GROSSO, o do meu marido é bem menor, essa noite eu iria senti prazer nunca antes sentidos por meu corpo.

Como num sonho direi minha roupa e deitei por cima dele, ele me beijava com muito prazer, fui beijando seu peito estava sentindo o pau duro dele nas minhas pernas brancas, desci para chupa-lo, eu queria senti o sabor daquele enorme membro negro, queria aproveitar todo aquele prazer, com minha boquinha pequena mau consegui chupar o pau dele que gemia de tesão com minha lambidas molhadas, ele me jogou na cama e foi me levar ao céu com uma gulosa chupada na minha vagina rosinha, senti sua língua explorando meu corpo foi o máximo de prazer que senti, sua língua passeava em minha vagina molhada e explorava meu anus, sentia ele fudendo meu cuzinho com sua língua e comecei a gozar em sua boa, a gente não tinha camisinha mas o nosso tesão era tanto que fomos assim mesmo, que loucura!

Deitei e abrir minhas pernas me entregando todinha para aquele homem, senti aos poucos minha vagina se preenchendo e se alargando, chegou a doer do tamanho do pau daquele negro, ele entrou todinho dentro de mim, virei meus olhos e nesse momento eu gemia muito na cama, ele foi me fodendo e chupando meus peitos durinhos deixando os biquinhos vermelhos, pedi para ficar de quatro igual uma puta cachorrinha, entreguei minha bumba para ele que comia minha buceta e fodia meu cuzinho com dois dedos, eu já tinha gozados duas ou três vezes, foi quando ele disse que queria gozar e eu pedi para gozar dentro de mim.

Senti muitos jatos de gala dentro de mim parecei que não ia parar, minha vagina encheu e leite daquele negro….gozamos muito juntinhos….fomos tomar banho depois da foda, mas eu ainda estava com muito tesão e o pau daquele negro tarado não amolecia fácil não, então fiquei de joelho em baixo do chuveiro e comecei a fazer um boquete bem gostoso, eu queria senti o gosto da gala daquele homem na minha boca, pedi para ele gozar bem muito na minha boca! Ele sentou na beirada banheira  e eu fiquei sentada no chão esperando a segunda gozada dele especialmente para mim, eu estava chupando e lambendo igual uma gatinha, e só ouvindo ele gemendo foi quando ele começou a gozar na minha língua, era muito saborosa a gala dele, até aquele dia só tinha engolido a gala do meu marido, mas a daquele homem era muita prazerosa também, ele gozou e eu engoli tudinho deixei o pau dele limpinho…

Que pena que a gente só aproveitou o último dia, voltei para casa e nunca mais vi aquele negro arrombador de esposa branca, isso despertou muitos desejos em mim que pretendo realiza-los daqui para frente, mais eu ainda amo muito o meu marido.

Quando cheguei fiz amor com meu marido e meu corpo estava muito excitado  ainda, meus peitos ainda estava vermelhos mas ele nem percebeu, srsrsrsr

Bjus amores….

Tags:,

One Comment

  1. Avatar

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *