Uma mulher misteriosa

Olha o que me aconteceu outro dia.

Estava de bobeira na net teclando com algumas pessoa chatas num bate-bapo, até que de repente entrou na sala uma mulher que por lá se chamava Alicia40, nome fictício, dei boa noite a ela e começamos a conversar, nos conhecemos um pouco ela disse que era casada há 18 anos, que tinha 40 anos e me passou algumas características físicas dela, fiquei curioso, comecei a lhe perguntar mais coisas, logo o assunto ficou mais quente e ela revelou que tinha alguns desejos sexuais muito quentes mas por conta do casamento e da vida rotineiro com seu marido foi deixando de lado, fiquei mais curioso ainda, confesso que tenho interesse por mulheres mais velhas, então falei algumas sacanagens a ela e ela me falou que nunca tinha traídos eu marido, tinha receio, medo, essas coisas. Precisei sair, nos despedimos e fui para casa, mas sempre lembrando daquela mulher misteriosa.

Cheguei em casa minha esposa já estava dormindo, fui tomar um banho, estava pelado debaixo do chuveiro e imaginei aquela mulher, como será ela? Senti meu pau endurecendo só de imaginar possuindo o corpo daquela casada  misteriosa, fui deitar na cama e logo adormeci, não é de costume mas quando me notei estava dentro de uma sonho.

No sonho eu estava num quarto de motel quando ouvir a porta batendo, achei estranho mas me deixei levar, abri a porta e era aquela mulher do bate papo, Alicia é vc? Sim, ela afirmou, em dizer nada foi me abraçando e se entregando para mim, nos beijamos e caímos na cama, senti seu desejo através do seu beijo quente, rolamos na cama e ela me pediu, realize todos os meus desejos essa noite, quero senti o gosto do seu pau na minha boca, então ela foi me beijando até tirar minhas roupas e as delas, ficamos nus e foi então que senti sua boca chegando até meu pau, ela estava ardendo de desejo, casada há muito tempo, sempre sonhando em mamar outro pau bem gostoso, essa era a hora! senti sua língua percorrendo todo o meu cacete, ela lambia minha bolas e se deliciava com toda a extensão dele, eu estava muito excitado, seus lábios vermelhos deixavam marcas de batom na cabeça da minha rola. Então, ela veio me beijar, eu passei para cima dela e ela naturalmente abriu suas pernas, ela estava muito ansiosa, ansiava para ser penetrada por meu pau, lambi bem de leve seu pescoço, para não deixar marcas, e ela num doce gemido me pediu,  me fode! Eu quero você!

Coloquei uma camisinha enquanto ela mordia os lábios de desejo, beijando ela e com meu dedo dentro de sua vagina molhada mosturbando-a me levemente senti ela virando os olhos e se entregando, não aguentei e encostei meu pau na sua xaninha colocando só a cabeça quando ela me puxou para me beija senti minha rola penetrando aquela vagina quente e úmida, que sensação gostosa, ela gemia muito me beijando, era muito tesão sentir outro pau dentro dela, comecei o movimento de vai e vem e ela gemia pedindo mais, ME FODE! Eu entrava me gostosa naquela mulher que aos poucos ia se tornando uma devassa, cheguei no seu ouvido e falei, quero vc de quatro todinha so para mim, como uma cachorra, ela ficou de quatro e eu segurei em sua bunda apertando sua nádegas bem forte coloquei meu pau na portinha de sua buceta e ela foi pressionando sua bunda gostosa para mim, segurando em suas cabelos eu fodia ela muito forte, voltei a segurar na sua bunda e não parava de mete, seu corpo estava quente e suado de tanto tesão, meus dedos aos poucos iam escorregando por suas costas e bunda, aquela mulher estava muito safada aquela noite, nem lembrava que era casada, quando meus dedos atingiram o portinha do seu cuzinho comecei a pressionar meu dedo cada vez mais forte, queria sentir todo o tesão daquela cachorra, ela gemia demais, caímos de ladinho na cama ela estava em êxtase total, sendo duplamente penetrada, eu fodia o cuzinho dela com a pontinha do meu dedo e  minha rola sentia os lábios macios da vagina dela, senti seu corpo arder, ela estava gozando como a muito tempo não fazia, suas pernas estavam escorrendo seu gozo, sua vagina estava muito molhada,  era muito tesão, eu queria gozar muito naquela hora, acho que ela tinha gozado várias vezes em cima daquela cama, VOU GOZAR SUA SAFADA! Vai, goza dentro de sua cachorra, ela pediu, então fiz ela sentir minha rola latejando dentro dela, foi uma gozada muito intensa, acabei enchendo a camisinha, srsrsr.

 

Nos dois gozamos  muito naquela foda, deitado na cama fiquei imaginando quais outros desejos aquela casada misteriosa guardava em seus sonhos mais ocultos, são muito anos de desejos reprimidos, ali estava escondida  disfarçada de mulher  casada e direita,  uma verdadeira devassa!

Foi quando acordei….srsr

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *