Sou casado mas dei o cu pra um negro

Sou casado, tenho 51 anos,moreno claro, 1,79m, 84 kg, (esposa não sabe) e essa história que vou contar é real… Desde moleque sempre tive atração por rolas, tive alguns troca-trocas quando criança mas depois de adulto nunca me atrevi em relacionar com homens.

No ano de 2003, criei coragem e postei um anuncio numa revista de relacionamentos,  Logo recebi varias cartas de homens da minha região e de todo o brasil … Como eu exigi o tamanho do dote ( queria só rola pequena e fina ), vieram fotos de vários tamanho de paus, uma carta me chamou a atenção, era de um rapaz solteiro de Sorocaba-SP, próxima à minha a cidade, ficamos trocando msgs por celular por 3 meses até q combinarmos de nos encontrar. Foi na casa de um amigo que me pagou para tomar conta e dormir em sua residencia enquanto ele viajava. O rapaz era negro, magro 28 anos e muito simpático …. Ele chegou, nos apresentamos ( nunca tínhamos nos visto pessoalmente). Mal ele entrou, eu já fui apalpando sua rola e percebi crescendo em minha mão, ele abaixou a cueca e saltou aquela cobra negra de 18 cm, fina como eu tinha exigido, porém bem cabeçuda! Caí de boca naquela anaconda negra pela a primeira vez…mamei muito! Fique mamando por uns 10 minutos, ele arfava e gemia falando que ia esfolar meu rabo com aquele cacetão… Foi quando ele me virou de costa no sofá, abriu minhas nádegas e começou a lamber meu cu… Chupava minha pregas e enfiava a lingua comprida e babada bem fundo no meu anelzinho fazendo eu delirar de tesão… Me virei de frente pra ele, dei mais umas mamadas naquela picona gostosa e quando percebi que ele estava preste a gosar, passei um gel que ele trouxe no meu cuzinho, lubrifiquei, enfiei uns dois dedos pra lacear, fiquei de bruços e ele encostou aquela cabeçorra na portinha do meu cu e foi forçando a entrada…Doeu um pouco no início, mas ele sabia bem o ofício…Demorou uns 5 minutos ali, esfregando nas pregas , pincelava e volte e meia cuspia no meu cu para lambuzar mais ainda e dar mais tesão…Fui relaxando e aquilo duro foi invadindo minhas entranhas, passei a mão por baixo, e percebe que só  as bolas estavam pra fora…Iniciei um rebolado frenético na sua vara. Que visão tesuda era aquela! Eu, um homem hétero casado, vendo diante de um espelho grande fixo na parede, um macho me possuindo e eu rebolando e gosando,  extraindo grande quantidade de goso de um pau alheio  que lambuzou toda a minha bunda, era tanta porra que me escorreu perna abaixo…Terminada toda aquela loucura nos despedimos, e até hj nos encontramos com bastante discrição, respeito e sigilo… Quem quiser me contatar e tiver o perfil do meu amigo descrito na minha história, entre contato no meu Email. Somente os ativos… Não aos pauzão grossos.

6 Comments

  1. Avatar
    • Avatar
  2. Avatar
  3. Avatar
    • Avatar
  4. Avatar

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *