Sexo hardcore na beira da praia

Ola esse e meu primeiro conto erotico, me chamo Alex (nome fictício) então começou em um posto de gasolina, entrei em contato com uma amiga colorida ( Anne) convidei pra sairmos ela logo aceitou so me pediu pra levar a filha dela na casa da irmã, não tinha nada planejado ainda entao fui busca ela uma morena de 1,65 cabelo liso uma raba grade lembrando que e uma baiana linda chegando na casa dela mandei msg avisando que estava na porta logo em seguida ela saiu com um vestido Branco logo fiquei exitado sabia que ia meter rola na safada, deixamos a filha dela na casa da irmã, fui ao posto de combustível novamente completei o tanque fui a um mercado proximo e comprei um vinha

da deixa ela mais solta, saimos do mercado fui em direcao a praia que ficava a 15 minutos do mercado chegando na praia estacionei em um lugar deserto de um condominio que tinha acesso entao abri o vinho e comecamos a beber, conversamos um pouco e logo comecei a beija ela sentado na areia ja botei a caceta pra fora a puta comeco a me chupa deliciosamente nossa que boca e aquela de veludo deitei ela na areia comecei a chupa aquela bucetinha cheirosa dei umas mordidas no pinguelinho logo ela nao resistiu quando coloquei 2 dedos dentro gozou muito sai da buceta e fuui pros peitos chupei um pouco depois agarrei ela pelo pescoço dei 2 tapas na cara dela bem forte e falei hoje voce vai da pra Homem sua puta ela se tremeu toda coloquei ela de 4 soquei minha pica naquela buceta apertada nossa que buceta deliciosa nem parece que tem uma filha, fiquei metendo nela bem lentamente e puxei os cabelos dessa vagabunda enrolei os dedos rodei a mao ao contrário apertei o cabelo e puxei com tanta forca que ela gozou a 2 vez dei 2 estacadas com tanta força que ela fico bamba mais como disse que ela tinha ido da pra Homem continuei metedo com força minha rola de 23cm e puxando cabelo com força entao comecei a da uns tapas fortes na bunda dela tapas que chegavam minha mão doer de tanta força ela estava aplicando, a puta adorando tudo isso nunca tinha sido dominada por um macho alfa, continuei a sequência de estocadas e tapas e puxao de cabelo ate que enchi ela de porra …

Trocamos de posição chamei ela pra ir a beira do mar fiquei parado vendo o mar enquanto ela foi da um mergulho na volta se ajoelhou na minha frente comecou outro oral delicioso lambendo a cabeca da minha pica, foi ai que tive a ideia de coloca ela no 69 ela subiu nos meus braços e fico com boca enterrada na minha rola enquanto chupava aquela buceta esfolada e com gostinho de agua do mar tudo isso em pé
Ela chupava com tanta vontade que nao aguentei e gozei pela 2 vez na boca dessa safada…

Se gostaram do conto avisem nos comentarios que continuo a parte 2, conto real.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *