Putaria familiar com o padrasto dotado

Fala povo lindo, meu nome é Nicole, tenho 23 anos e hoje eu fiz uma putaria familiar com meu padrasto dotado que tem a pica de 20 centímetros.

Este meu padrasto é bem “largado”, ele anda de cueca pela casa e minha mãe nunca reclamou, eu também nunca liguei, na verdade eu fico é prestando atenção para ver se é grande.

Era sexta-feira, estava chovendo bastante e minha mãe ficou presa no trânsito deixando eu e meu padrasto a sós.

Estava na sala assistindo televisão bem a vontade quando ele surgiu apenas de cueca, não resisti e dei aquela velha olhada, ele olhou para mim sorrindo e disse que percebia que eu sempre olhava para seu pau quando ele estava de cueca.

Sou safada e confessei que sempre olhava mesmo pois queria saber se era grande.

– Quer saber mesmo? Eu posso te mostrar pessoalmente ué. Disse ele.

– Bota para fora ai. Disse eu.

Putaria familiar

Ele botou a pica para fora e eu me apaixonei a primeira vista, era bem grande e grossa, coisa de cinema.

Perguntei se podia pegar, ele respondeu que sim, eu peguei e masturbei um pouco, ele não parava de rir até que perguntei se podia chupar e ele respondeu que sim novamente.

A pica mal cabia na boca então chupei pouco, pedi para que ele me fodesse. Ele perguntou se eu não iria falar para minha mãe, eu respondi que não, seria apenas aquela noite, apenas para eu sentir aquela pica grossa em mim.

Ele me levou para o quarto que ele dorme com minha mãe, tirou uma camisinha da sua carteira, colocou no seu pau e mandou eu me deitar.

Quando eu estava toda aberta na cama ele deu uma cusparada na minha buceta alegando que era pra entrar sem doer e socou seu pau devagarinho em mim.

Eu gemia como nunca tinha gemido igual antes, era muito grande.

– Que buceta apertadinha, adoro um bigodinho igual esse que sua buceta tem sua safada. Ele dizia enquanto metia em mim.

Tava muito gostoso mas pedi para que ele gozasse logo pois minha mãe chegaria a qualquer momento e não poderia imaginar que estava rolando uma putaria familiar ali.

Ele meteu por alguns minutos e gozou, acredito que foi rápido porque minha buceta estava apertada pois nunca tinha sido fodida por um pau grande como aquele.

Desse dia em diante eu tenho vontade de fazer uma putaria familiar com ele novamente, mas tenho medo da minha mãe descobrir então fico apenas na siririca.

Tags:,

One Comment

  1. Avatar

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *