O banho de minha tia viúva

Sempre fui muito ligada em fantasias sexuais, gosto muito de explorar meu corpo tenho 25 anos sou solteira e meiga, tenho uma boca com lábios grandes e adoro um batom vermelho,  e modéstia parte sou muito gostosa, hoje vou contar uma de minhas aventuras sexuais.

Era domingo e resolvi ir à casa de minha tia recém-viúva, seu marido tinha falecido tinha 06 meses, e eu resolvi lá vê como estava a situação, ela era uma coroa muito enxuta, tinha uma bunda muito grande,  ela era atraente.

Cheguei à casa dela , entrei de vez, não encontrei  ninguém e resolvi explorar a casa procurando ela fui entrando de quarto em quarto e não vi ninguém, cheguei ao banheiro  e vi ela abaixada no chão do banheiro fazendo vivi, tomei um susto quando vi sua linda bucetinha vazando xixi no piso do banheiro, ela parecia está muito excitada olhando o mijo escorrendo pelo piso do banheiro, estremeci, parei  fiquei observando, ela não me viu,  quando terminou de fazer xixi foi até o chuveiro e se despiu por completa, ela tinha um corpo fenomenal, fiquei excitada ela era  muito gostosa e eu estava olhando a água descer por suas curvas no chuveiro. ela brincava com a espuma em seu corpo.

Ela parecia  muito carente e excitada, começou então a e tocar apertando firmemente seus peitos descendo sua mão até tocar suas vagina, onde ficou esfregando e gemendo de prazer, ela cuspiu na mão e levou seu cuspe até a portinha de seu anus, ela estava delirando de prazer, lambuzou seu cuzinho senti quando ela  introduziu dois dedos no seu rabinho apertado, afinal já fazia um bom tempo que ela tinha dado o cuzinho para alguem, escorou na parede e ficou ali bombando seus dedos no seu cu e na vagina, eu estava excitada e se perceber comecei a me tocar, logo estava com a bucetinha molhada e continuei olhando.

Ainda sendo penetrada fortemente no cuzinho por seus dedos amigos, Ela passeava suas outra mão no meio de sua grande vagina, seus grades lábios escorriam gozo, e num forte suspiro e mordida de lábios ela começou a gozar se contorcendo em baixo do chuveiro, e eu me deliciando com aquela imagem fantástica.

Sai da casa sem ela perceber e fui embora.

 

Nunca me esqueci daquela gozada, me masturbei muito pensando em minha tia, sempre que a vejo meu coração acelera.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *