Minha sogra no cio

Era domingo e fomos para a praia, fomos em  dois casais Eu e minha esposa e os pais dela, Vou contar a verdade a mãe de minha mulher era um mulherão, uma coroa muito gostosa tinha um rabão muito gostoso, 51 anos, eu não me cansava de olhar e me masturbar quando ficava só em casa pensando como seria se eu conseguisse comer aquele rabão, e o marido da coroa era um  velhote nem dava mais no coro, ouvia a minha sogra reclamando direto de um calor que ela sentia e o velho não apagava mais.



Eu estava louco  para chegar logo na praia  para olhar  aquela coroa só de biquíni, ela era muito assanhada, quando chegamos ela desenrolou  uma toalha azul de seu corpo de deitou na areia deixando aquele enorme rabão para cima, eu não parava de olhar, era muito gostosa, o velho foi para um bar tomas umas pingas me deixando lá só com as duas.

Minha esposa pediu para eu passar bronzeador e eu passei quando terminei a mão dela pediu para eu  passar também nela, parei e a filha dela disse, passa logo moço! Então eu fui alisei ela todinha, passei  por suas costas descendo até aquele  enorme bunda de biquíni era muito grande estava com uma micro calcinha enfiada.

Estava de shortinho mole meu pau logo subiu, fui nadar um pouco e a coroa disse que ia também, pois não sabia nadar e queria que eu ensinasse, fomos e minha esposa ficou deitada na areia. Ela segurou na minha mão com medo na água, e fomos para uma parte um pouco funda, quando a onda vinha ela me abraça e eu estava de pau duro segurando ela por todo lugar, eu me aproveitava segurava na bunda e apertava, ela estava gostando me abraçava e se jogava para cima de mim, quando a onda veio  minha mão foi por dentro da sua calcinha apalpando seu bundão e ela veio com a mão por dentro do meu short e segurou firme no meu pau duro sobre a cueca e não soltou ficou segurando me deixando constrangido, seu biquini desamarrou mostrando seus peitos, que apesar da idade era incrível como eles eram durinhos e bonitos, tinham os biquinhos rosados e estavam duros por causa da água gelada, ela olhos para mim pediu para eu amarrar, fiquei por traz dela aproveitando para esfregar meu cacete naquele rabão empinada na minha frente, comecei a amarrar seu biquini acariciando seu peitos e alisando seu corpo todo, ela só ria se]m falar nada, pronto amarrei!

minha sogra estava para me deixar louco de tesão de tanta provocação, ela fingia que ia cair só para eu agara-la, e ela não parava de passar a mão no meu cacete e o pior que a filha dela estava logo ali na nossa frente, era uma corou muito safada mesmo viu.

eu ensinava ela a nadar e aquele rabão ficar bem na minha frente, olhando bem eu podia ver as pregas do cuzinho dela que parecia intocável, muito lindo sem pelo erosadinho. eu abracei e minha boca foi direto em seus seios, ui, desculpa! não tem problemas não querido, meu pau também de tão duro pressionava sua vagina louco para entra, ela estava louca para me dá a buceta, eu já não aguentava mais.

Rimos um pouco e voltamos  para a areia.

 Ela se deitou e empinou seu rabão para me provocar.

resolvemos ir embora pois começou a chover.

continua….

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *