Minha primeira chupada

Sou Aline Feitosa tenho 22 anos sou morena tenho uma boca grande com lábios carnudos, gosto muito de batom vermelho me deixa mais provocativa, hoje vou contar uma história que aconteceu na minha adolescência quando eu tinha 17 aninhos, nessa época eu tinha um namoradinho, a gente namorava na escola mas a gente ficava só nos beijos e amasso mesmo. Eu sempre mantive um desejo oculto, gostava muito de vídeos amadores de casais realizando fantasias sexuais, principalmente troca de casais, ménage, swings, vídeos de cornos, nossa era minha paixão…me masturbava todos os dias fantasiando sexo a três com casais e assistindo vídeos.

Eu era virgem, pois não queria dá minha bucetinha para qualquer um, e meu namoradinho não merecia a minha xaninha linda, eu gozava muito sozinha. eu tinha um casal de vizinhos que me excitava muito, pois eles eram muito provocantes, e as vezes escutava eles transando pela parede do meu quarto, morria de prazer e gozava junto com eles me masturbando, ouvindo os gemidos deles.


Um dia escutei meus vizinhos combinando uma festinha a fantasia na casa deles, eu desconfiava que aquele casal era praticante de swing, então no dia da desta falei para meus pais que ia dormir na casa de uma amiga, fiquei na rua até perto de meia noite então decidir ir na casa de meus vizinhos, eu estava muito nervosa, com medo se alguém me reconhecer, cheguei na casa a música estava alta e eu entrei e fechei a porta, para meus espanto tinha uns 10 casais fazendo uma enorme suruba, eu nunca tinha visto aquilo e fiquei muito excitada, comecei a andar perto deles, todos mascarados, decidir tirar minha roupa e ficar só de calcinha para se juntar a eles sentei do lado de um casal que a mulher estava chupando o pau enorme de um cara fiquei olhando e de repente ela me chamou para dividi o pau daquele homem, fiquei com medo, nunca tinha sentido o gosto de uma rola na minha boca mais tinha muita vontade, meu sangue fervia e vibrava, minha pele ardia me coração faltava sair pela boca, fui me abaixando e comecei beijando o pau do cara, a mulher saiu e me deixou lá sozinha com aquela rola grossa na boca, me fiz de puta mesmo, lambuzei o pau dele e chupei, foi maravilhoso o gosto de rola era muito gostosa, eu punhetava e ele alisava meus cabelos tomando cerveja, eu não conseguia engole aquele pauzão apesar de minha boca grande, massageava a cabeça do pau dele com meus lábios grossos, foi quando a mulher voltou e disse, hum que boca linda, está gostando da rola do meu marido safadinha? Não podia acreditar era a esposa do cara e eu mal consegui responder com o pau dele dentro da boca, soltei a rola dele e fui beija-la, nossa como aquela mulher tinha um beijo gostoso, tinha uma boca grande e carnuda igual a minha, a gente se beijava e chegou outro cara e colocou a rola entre nossas bocas, ela agarrou o pau do cara e nós ficamos beijando o pau dele, foi uma delicia….voltei a mamar na rola do marido dela e ela ficou engolindo o pau de outro cara na nossa frente, aquele mulher era realmente muito tesuda e tinha uma garganta profunda, engolia  o pau do cara que só ficava os bolas para fora, eu morria de prazer, minha pele toda estava ardendo de prazer.

Fiquei abaixada e continuei chupando aquele enorme pauzão eu estava aproveitando cada sabor na minha boca, foi quando ele começou a gemer mais alto e a esposa dele olhou para mim e sorriu, aquele pau estava latejando em minha boca, senti ele engrossar mais e algo quente descendo por meus lábios, nunca tinha sentido aquele sensação mas não queria para estava muito excitada com aquele creme na minha boca, e minha xana escoria gozo enquanto eu me masturbava com eu dedinho, senti a rola dele derramando seu mel na minha boca tinha um sabor bem cremoso engoli logo uma parte e ele segurou minha cabeça e gozou nos meus lábios que fui logo lambendo tudinho, depois chupei seu caralho até limpa-lo todinho. Esse casal era meus vizinhos e todo dia os vejo, mas eles nem desconfiam que aquele menina puta era eu, sua vizinha comportada e virgem.

Aquela gozada foi realmente um sonho, cumprimentei o casal e fui para casa, deitei em minha cama e me masturbei até amanhecer o dia lembrando-me daquela gozada suculenta na minha boca.

Nunca pude esquecer aquele gosto e hoje sou praticante de swing com meu marido, meu Deus como eu adoro mamar na rola de outros homens, de preferência na frente do meu esposo. Adoro o sabor da porá descendo pela minha garganta.

Tags:,

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *