Eu e minha esposa com a travesti loira

Primeira experiência trans do casal com a travesti loira
Eu e minha mulher tivemos nossa primeira experiência com uma travesti loira tesuda do caralho. Eu sou o Augusto, minha esposa é a Clara, somos casados a 5 anos, mas de um tempo pra cá, começamos a sentir vontade de variar a nossa vida sexual um pouco e a gente resolveu contratar Paloma, uma travesti muito gostosa que achamos em um site. A gente marcou um programa com a safada no apartamento dela, pra ser mais discreto.

Fiquei nervoso e minha esposa também, era uma experiência nova pra gente, mas minha safada colocou um vestido curto bem sexy, um salto, uma maquiagem bem feita e saiu comigo toda cheirosa e gostosa rumo ao apartamento dessa travesti gostosa. ELa recebeu a gente muito bem, vestido curtinho, salto, cabelão pra o lado, maquiagem bem feita, toda cheirosa e bem gostosa. Ela serviu um drink pra gente relaxar, tomamos e ela sentou no meio da gente, começou a conversar sem muita enrolação e logo ela tava me beijando gostoso e pegando na minha pica.

Minha mulher ficou excitada nessa hora, começou a passar a mão na Paloma, sentindo seus seios siliconados, sua bunda perfeita toda redondinha, minha mulher queria explorar e a loirinha gostosa tava adorando isso. De repente ela fez eu tirar minha roupa, minha mulher também e ficou entre nós dois, beijando minha esposa na boca, chupando os seios dela, trocando carícias bem safadas, enquanto eu fiquei atrás dela roçando minha pica bem dura nesse rabo gostoso, passando a cabeça do meu pau pela beirada dela, bem no reguinho, só pra esquentar mais, eu já tava louco de tesão, minha pica tava latejando, que vontade louca de foder.

Ela se virou, caiu de boca na minha pica, minha mulher já tava mais relaxada nesse momento, ficou beijando minha boca enquanto a gatinha descia e alcançava meu pau com a boca dela. Ela começou a me chupar gostoso, abocanhou meu caralho com vontade e mamou ele todinho, me deixando louco de tesão. Peguei ela pelos cabelos e comecei a controlar o ritmo, forcei aquela gostosa a engolir cada centímetro da minha pica, ela mamava tudinho sem engasgar, só babando em cima do meu caralho duro feito pedra.

Ela me chupou tanto que acabou me fazendo gozar gostoso. Depois da gozada, fui na cozinha dela pegar umas bebidas e quando voltei as duas estavam se pegando gostoso, trocando beijos na boca, vi a cena, meu caralho latejou e começou a sinal de vida novamente. Minha mulher agarrou o pau da Paloma e tava tocado uma punheta pra ela, as duas me viram assistindo e isso deixou elas com tesão e muito mais safadas.

-Agora só quero ver vocês duas! cai de boca no pau dela, amor!

Minha mulher obedeceu e começou a chupar a pica da outra, toda animada foi despindo a Paloma, deixou ela completamente nua, bunda gostosa empinadinha, seios durinhos, tudo a mostra. O pau dela é grande, minha mulher teve dificuldade em colocar tudo na boca, mas no fim conseguiu, começou a chupar com a maior cara de safada. A trans pegava minha mulher pelos cabelos e forçava a entrada do seu pau na boca dela. Vi minha mulher ficar vermelha, já sem fôlego de tanto chupar aquele caralho.

A Paloma forçava, dava umas bombadas sensuais na boca da minha gostosa, empurrando forte aquela pica na boca gulosa da minha vadia tarada. Ela elogiou muito o boquete, disse que minha mulher chupava gostoso, e minha mulher comentava que a pica dela é uma delícia, que queria chupar mais, queria aquele caralho todo enfiado na boca dela. Foi uma tremenda putaria, comecei a tocar uma punheta gostosa vendo a sacanagem das duas e meu pau já tava doendo.

Quando minha mulher deu uma boa mamada na Paloma, foi a vez dela retribuir, minha mulher deitou na cama, abriu bem as pernas, naquele ângulo que me deixa louco, buceta lisinha, toda arreganhada, molhadinha e o grelinho saliente bem inchadinho e vermelho de tesão. Ela tava louca pra comer minha mulher, caiu de boca, começou a chupar a bucetinha dela, deixando minha puta bem molhadinha e gemendo gostoso. Aproveitei aquela visão gostosa, a trans de quatro mamando minha mulher, encapei a pica e comecei a encaixar gostoso no cuzinho dela.

Quando meu cacete entrou todo, ela gemeu alto e bem gostoso, começou a rebolar na minha vara, sem parar de chupar minha mulher. Essa putaria toda deixou meu pau latejando e dolorido, mas era uma sensação super gostosa comer uma enquanto minha esposinha safada gemia de prazer. Minha mulher começou a ficar ofegante com a chupada, percebi que ela ia gozar e foi o que rolou. A Paloma fez minha mulher gozar gostoso na boquinha dela. Minha esposa ficou ofegante e enquanto ela se recuperava do orgasmo intenso, aproveitei pra botar pressão naquele cuzão gostoso.

-Aiii Aiiiii porra! tá arrombando meu cuzinho todo, seu safado, seu filho da puta! Que rola tesuda, me fode! quero ficar toda arrombada!

Ela tava louca de tesão, gemia, implorava meu cacete, deixei o cu dela todo arrombado, fiquei num vai e vem gostoso, senti que ia gozar mais uma vez, tirei o pau, a camisinha e comecei a bater uma e fiz ela abrir a boca pra receber todo o leitinho que tava pelo caminho. Depois de mais uma gozda, a safada pegou minha mulher de jeito e comeu ela bem gostoso, meteu na bucetinha, com ela bem aberta, depois comeu de quatro, arregaçando o cuzinho da minha esposa. Eu fiquei de pau duro de novo e comi a trava mais uma vez enquanto ela fodia minha mulher, um atrás do outro. Foi uma experiência deliciosa!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *