Dando a bunda pro travesti

Dei pro travesti por uma carona!
Anos atrás sai a noite em Londrina, passando na Av. Tiradentes próximo um ponto de travestis, começou uma chuva forte quando avistei duas bonecas lindas pedindo carona por causa da chuva, como tenho fascínio por travesti não pensei 2 vezes parei com o pedido delas. Era uma morena e uma loira. A morena se chamava Carla e a loira Letícia, duas beldades!

A loira foi no banco de traz e a morena que era a mais gostosa foi no meu lado, como estava saindo pra curtir a noite não me importei de dar a carona sendo que a chuva já tinha estragado meus planos. Assim que elas entraram começamos conversar a morena resolveu tirar seus peitos pra fora e esfregar eles no meu braço. Não resisti já fui alisando suas pernas enquanto dirigia, ate chegar no seu pau, e que pau gostoso. Sem pelos devia ter uns 22 cm e grosso naquele momento fiquei, com o rabinho inchado querendo rola.

Acho uma delicia uma rola de travesti, adoro dar para travestis. Queria dar, mas estava receoso pois ainda não tinha muita experiencia só tinha saído 2 vezes com travesti. Fiquei conversando por algum tempo, e como já estava quase chegando. O que foi ao meu lado ficou conversando comigo, e dava indiretas gostosas. Pra variar meu cuzinho piscava de tesão.

Deixei o outro em casa, e segui para deixar a morena. No caminho ele colocou a mão no meu pau, que já estava duro e disse que eu havia sido legal e que queria fazer gostoso comigo.

Dando a bunda pro travesti
Travesti safado que me comeu!

Mandou eu parar numa rua escura e deserta. Parei o carro. Fiquei com um pouco de medo, mas encarei o desafio. Ele levantou a saia e tirou aquela jeba linda pra fora da calcinha e mandou eu chupar sua rolona. A piroca estava mole e não parecia grande conforme fui chupando aquela rola foi crescendo e engrossando. Foi quando eu vi o tamanho daquela rola, juro que na hora deu vontade de parar por ali mesmo com medo daquela picona, mas o tesão falou mais alto!

Partimos para um 69 gostoso no banco traseiro do carro, nessas alturas os vidros já estavam todos embaçados. Aí ele disse pra eu ficar de quatro e começou a lamber meu cu! Que delicia fui nas nuvens com aquela língua gostosa, não demorou ela falou que queria me comer ali naquele momento de quatro. Prontamente disse que sim quando começou a colocar aquela pica no meu cuzinho. Meu rabinho estava arreganhado, esperando a foda. A pica entrou até a metade, ela começou a bombar.

Conforme ia fodendo, a rola começou a engrossar e era enorme. Acho que tinha uns 22 cm, era grossa, e meu cuzinho doía, misturando dor e prazer. Doeu gostoso, e eu chorei de tesão e dor. Arregaçou meu cu, socava aquela jeba tesuda com força, como se eu fosse sua puta de estimação. Fodeu tanto que meu cuzinho ficou inchado e liso. Ele deve ter se deliciado muito.

Fodeu forte uns 15 minutos e gozamos juntos, eu no banco do carro e ele encheu a camisinha. Ficamos ali como um casal apaixonados hehe! Nos beijando e alisando, trocando caricias! A pica dela começou a dar sinal de vida novamente, naquele momento estava uma atmosfera de tesão absoluto ali no carro… sem nenhum pudor! Abocanhei aquela rolona novamente, chupei muito ate doer o maxilar.

Coloquei outra camisinha e dessa vez ela me comeu de franguinho assado, que delicia ver o semblante de prazer na cara dela, quando ela anunciou que ia gozar pedi que gozasse no meu peito, quanta porra que saiu daquele pau! Nos vestimos e na frente da casa dela trocamos mais alguns beijos e fomos embora. Nunca mais vi aquele delicioso arrombador de rabinho.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *