Aposta Infeliz

Eu gosto de jogar futebol com amigos da empresa onde trabalho temos uma cancha alugada por mês e todas as semanas é sagrado o futebol e a cervejinha, e um jogo de truco as vezes é comum nessas rodas de amigos todos contarem certas vantagens, eu sempre fui um cara tranquilo, rara as vezes entrava nas provocações que todos faziam só que uma vez acho que bebi um pouco demais, e tinha um dos amigos que se gabava de que conseguiria pegar qualquer mulher que ele quisesse, ou que a gente poderia escolher uma que ele pegaria, ele sempre contava vantagem, nesse dia eu tava de saco cheio e falei qualquer mulher eu duvido…. ele me provocou, e disse pode escolher a mulher casada ou solteira desde que seja alguém conhecida do nosso convívio e continuou a provocação então topa, apostamos o que uma caixa de cerveja? Eu falei uma caixa de cerveja é pouco… que tal aumentar a aposta pra mil reais? Achei que não toparia mas ele topou sem saber qual a mulher que eu escolheria.

Ele continuou e disse disse que pegaria qualquer mulher que eu escolhesse desde que ele tivesse tempo para conquistar, eu falei tem um semana pra pegar a mulher que vou te indicar, ele perguntou qual mulher, eu falei a minha duvido que consiga e tem apenas uma semana, ainda vai topar a aposta? Achei que ele ia desistir, mas pra minha surpresa ele topou, mas com uma condição, primeiro que eu teria que colaborar e me afastasse senão ela não iria ceder mesmo, então eu teria que inventar algo e como estávamos em três na mesa se ele não conseguisse ele perderia a grana mas se conseguisse os outros dois também poderiam comer, e pra isso ele tiraria fotos e chantagearia ela pra dar, e me perguntou agora é sua vez de dizer se topa?? Como eu confiava na minha mulher acabei topando, fizemos o cheque de mil cada e um dos amigos ficou como depositário

Quando voltei pra casa fiquei pensando na besteira que eu tinha feito era coisa de bêbado, e da boca pra fora, mas eu tinha apostado na frente dos tres amigos de testemunha, apesar da besteira eu ainda botava fé no meu taco e achava que minha mulher nunca iria dar pra outro ainda mais em uma semana, mal tinha acabado de chegar em casa eis que ele chega também fiquei meio sem ação eu estranhei falei o que ele tava fazendo ali ele falou estou trabalhando desde já pra ganhar a aposta,
– Não estou afim de perder meu dinheiro, então achei melhor começar logo e acabar com isso.
Achei ousado e interessante mas me bateu um medo nessa hora, será que ele seria capaz???
bom nesse tempo eu ainda surpreso minha mulher vem nos atender
descendo a escada ainda de camisola de dormir cavada e mostrando parcialmente suas pernas,
ele olhando pra ela disse, vim acompanhar o seu marido porque ele bebeu um pouco demais fiquei preocupado.. ela então agradeceu pela minha preocupação etc e tal… o maldito acabou ganhando a confiança dela, se despediu dela e de mim e disse até amanhã então.

No dia seguinte, sábado, logo pela manhã ele me ligou
Arruma uma desculpa e sai de casa, daqui a pouco eu chego, e digo que vou te esperar, e ainda completou, tudo vai acontecer ainda hoje se vc quiser comprovar é só voce observando pela fresta da janela da sala.eu disse que não faria isso, que ele teria que provar com foto, ele falou tudo bem então
Meio que sem ação, mas até envolvido com a aposta, eu também não queria perder os 1000 reais dei uma desculpa e disse que ia sair falei que iria levar o carro pra uma revisão, disse que não sabia que horas voltaria, dependeria do mecânico coisa e tal então ela continuou na cama e eu sai, alias fingi que tinha saído claro que minha curiosidade não me deixaria tranquilo e eu iria tentar ver ainda mais que achava que ele não conseguiria. uns 20 minutos após eu sair fiquei estacionado a esquina vi que ele bateu a porta e minha mulher o atendeu ele ela estava vestida ainda como da noite anterior, de camisola, ele perguntou por mim, ela disse que eu tinha saído ele fez uma cara de decepcionado e falou que tinha combinado comigo de irem ao futebol naquela manhã, e perguntou se poderia ficar esperando eu voltar coisa e tal ela falou que eu ia demorar mas como ela o conhecia e sabia que era meu amigo ele convenceu ela e ficou por ali mesmo,

Eu estava escondido observando pela janela para ver no que ia dar, então eu via ele sentado no sofá e logo depois ela desceu as escadas, de short e camiseta, acho que foi se vestir, como ela costuma ficar em casa. ele estava com calção de jogo e uma camiseta apertada, e ficaram batendo um papo de dez minutos sem dizer nada de mais, apenas reparei que ele sempre ficava massageando de leve pau sob o calção e sempre que ele massageava discretamente ela olhava, meio que instintivo por ele estar sempre mexendo.

Até que ela falou algo, e levantou-se foi até a cozinha, e ofereceu um café pra ele, enquanto ela ainda estava na cozinha ele sacou o pau pra fora e e se masturbou pra deixar o pau bem duro e depois colocou no calção deixando ele em destaque sob o calção, quando ela voltou com dois copos de café deu um pra ele e notei que ela não conseguiu disfarçar então ela deu uma olhada no pau dele que mesmo ele assentado se sobressaia quase querendo sair do calção, e ele fez questão de deixar bem marcado. Nessa hora pensei comigo mesmo, to ferrado, então eles continuaram conversando, e quando ela foi levar os copos pra cozinha, eu os perdi de vista encostei o ouvido na janela pra poder ouvir.

Quando ela voltou e se sentou na poltrona na frente dele eu vi que ele tava no sofá, todo largado com aquele volume bem a mostra. ele se espreguiçou, colocando o pra frente seu corpo, nesse momento percebi que ela deu uma encarada e ele percebeu
– Será que ele demora?
– Não sei. mas se vc quer ir depois falo pra ele que vc esteve aqui???
Fiquei feliz na hora e aliviado também pensei, ganhei a aposta e ainda não vou passar por corno mas ele olhou bem pra ela e falou
– Vc quer que eu vá??? –
e foi em direção a ela e começou a passar a mão na rola por sobre o calção quase encoxando ela
– Para com isso meu marido pode chegar a qualquer momento e vai ficar ruim pra você
mas ao mesmo tempo que ela dizia isso disfarçadamente notei que ela olhava o volume que estava saliente dentro do calção ele então ele se aproximou mais pegou a mão dela e colocou sobre o calção e disse:
-Eu estou te desejando desde que cheguei, e te quero, se estamos só nós dois aqui
– E se ele pode chegar a qualquer momento, voce ta perdendo tempo.
Porque desde que cheguei percebi que vc não para de olhar para o meu pau, msmo que disfarçadamente
e quando bati o olho em vc sozinha hoje logo pensei, que queria fazer amor com voce e seria hoje.
Percebi que ela ficou paralisada com a forma firme com que ele falou
E ainda falando ele puxou a mão dela pra segurar sua rola sob o calção e completou.
– Se vc quiser eu vou embora. mas nós dois vamos perder a chance,

-Antes que ela falasse algo estando ela ainda sem ação ele a fez sentara no sofá ela caiu sentada então abaixou o calção sacou aquela vara pegou a mão dela e a fez segurar ela continuou sentada lugar estatica, sem ação só que agora com avara dele na mão, como ela ficou sem ação por uns instantes o cafageste, segurou a cabeça dela colocou a rola na sua boca e passou a mão por trás da cabeça e deu uma forçadinha, ela fechou a boca ele não conseguiu de primeira, nem na segunda, mas seu rosto ficou a dois dedos da rola dele, ele então começou a esfregar a rola na cara dela, eu estava torcendo pra ela dar um esculacho nele e botar o cafajeste pra rua, mas ela continuou parada sem ação, sem fazer nada ele percebendo a indecisão dela começou a passar o pau nos lábios dela e falava, não resista eu sei que vc tá excitada, sei que voce quer, alem do mais seu marido tá longe e nem vai saber, vai abra a boquinha e faz um cariho pro papai aqui faz….ela então foi abrindo aos poucos e logo já estava com a metade do pau dele na boca.. percebi ela assustada com o que tava acontecendo ele também percebeu e falou
– Vai gata, chupa, chupa gostoso eu sei que que você também quer isso
eu sabia que ela chupava de uma forma muito gostosa, porque ela me chupava todas as vezes que faziamos amor e eu delirava, foi então que eu vi que tava realmente ferrado por dois motivos, primeiro porque perdi a grana, e segundo porque eu tava sendo corneado e minha mulher tava gostando
ele ainda falava, põe ele todo na boca quero ver voce engolir e ela já estava toda a vontade a inibição tinha passado e ela engolia até o talo ele as vezes tirava o pau da boca dela e passava no rosto, ela começou a chupar mais rápido mas não gozou na sua boca, logo percebi o porque,

Ele virou ela de costas fez ela deitar no sofá e abaixou seu short junto com a calcinha, ela ficou só de camiseta, eu vi aquela bunda rosada que era minha agora seria de outro homem, nem bem tinha tirado o shortes e a calcinha ele já deitou em cima dela e já meteu a rola na sua buceta. ele estocava forte e ela gemia, ele não parava de meter e as vezes dava uns tapas estalados nas suas nádegas e falava ao seu ouvido, isso minha putinha, mete gostoso, rebola gostoso, aposto que o corno do seu marido não mete gostoso assim e xingava ela. Eu na janela olhando sem poder fazer nada. Mas tava de pau duro. E via o garanhão metendo na minha esposa como um animal. Ele socava sem dó. as vezes puxava ela pelos cabelos colando os corpos e , ai empurrava ela de volta no sofá e mandava ver na sua buceta. em dado momento ele parou. jogou ela no chão pelos cabelos deitada no tapete, ele arreganhou as nádegas dela e abriu o seu cuzinho, ela percebendo o que ele queria falou que ali não de jeito nenhum, nunca tinha dado nem ao marido, e era verdade porque sempre que eu tentava ela reclamava de dor e não deixava.

Mas ele falou, minha gata agora é tarde, vc já me deu a buceta vai me dar o cu também, ou vai querer que eu conte pros amigos que comi você na sua casa na ausência do seu marido?? hem?? Ela implorava pra ele não fazer, mas ele estava mais sacana, cuspiu no seu cuzinho pra facilitar a lubrificação e mandou vara naquele cuzinho ainda virgem, vi que ela gemia de dor lagrimas saíram dos seus olhos, e ele não dava tregua, quando ele tirou do cuzinho dela começou a bater uma punheta na frente dela, e gozou na cara dela. Ainda puxou a cabeça dela e fez ela chupar seu pau ainda lambuzado depois deu as costas pra ela, pegou a sua mochila que estava sobre a mesa e saiu.

Vi que ela ficou ali parada caída no chão com a cara toda melecada de porra, e eu ali na janela olhando sem poder fazer nada, esperei ela levantar e subir depois de uma meia hora cheguei em casa como se não soubesse de nada, quando entrei e ela ainda estava tomando banho, enquanto eu estava absorto em meus pensamentos sobre o que tinha acontecido, na cagada que eu tinha feito, tocou o telefone e era ele que dando risada me falou, agora vai ser a vez dos outros dois comerem a sua esposinha, esse foi o trato, na hora amoleceram as minhas pernas, eu tinha esquecido dessa parte, e falei, voce ganhou a aposta não precisa mais provar nada, ele riu e falou, aposta é aposta depois eu mostro as fotos da puta da sua esposa, e vai ser na quarta…… deu uma gargalhada desligou

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *