Ajudando o filho

Olá, me chamo Laura, sou uma mulher de pouco mais de 40 anos, sou casada e tenho dois lindos filhos e sou dona de casa. Tenho 1,70 de altura, cabelos escuros e sou gordinha, mas bem gostosa e danadinha rsrs… Bom, já falei aqui em outro conto o que aconteceu comigo e meu sobrinho. Também falei que depois de ficar com ele comecei a me interessar por incesto e, em especial entre pais e filhos. Porém, só achava interessante ler e não tinha coragem nem de fantasiar com o meu filho de 20 anos. No entanto, comecei a observa-lo mais e reparar no comportamento dele.
Certo dia, ele saiu para ir à faculdade e fui até o seu quarto. Chegando lá reparei que seu notebook e estava

 

desbloqueado e resolvi mexer um pouco. Após um tempo mexendo encontrei umas fotos e vídeos dele com uma garota, enfim, eles estavam transando… Fiquei impressionada quando percebi como meu menino virou um homem.
Após admirar rsrs… Peguei meu celular e passei algumas fotos para ele, para depois vê-las com mais calma. O engraçado é que fiz tudo por instinto e nem pensei direto. Mais tarde, peguei o celular e fiquei vendo melhor as fotos. Fiquei cheia de tesão e, por alguns instantes, cheguei a esquecer que se tratava do meu filho. Por fim, cheguei ao ápice de me masturbar vendo aquelas fotos, mas logo depois que o sangue esfriava a minha consciência pesava. O que eu não poderia negar é que aquelas fotos mexiam com minha cabeça. Então tive uma ideia e resolvi seguir em uma rede social comunidades e páginas sobre incesto e resolvi conversar com as mulheres que seguiam aquelas mesmas páginas. Ali conheci duas mulheres, uma que tinha atração pelo filho e, assim como eu, nunca tinha feito nada, e outra que já tinha feito algumas coisas com o dela. Elas me incentivaram a tentar algo com ele e obvio que não tinha coragem de fazer nada do que elas diziam pra eu fazer. Até que uma delas me deu uma ideia que era possível eu fazer sem me expor com ele.

Em certo fim de semana, fiquei sozinha com ele e coloquei em pratica o plano que minha amiga me falou. Era simples: Pegar um comprimido de Viagra e dissolve-lo em um copo de suco. Foi o que fiz. Após o almoço, peguei um comprimido e dissolvi em no copo de suco e levei até o quarto dele, onde ele passa a maioria do seu tempo jogando vídeo game. Depois de uns minutos percebi que ele estava inquieto, andando pela casa. Até que ele foi ao banheiro e depois entrou no seu quarto e fechou a porta. Fiquei um pouco preocupada, fiquei com medo dele passar mal. Mas continuei com o plano. Coloquei uma camisa que tenho que é um pouco transparente e fiquei sem sutiã. Dessa forma, meus seios ficavam expostos de modo que era impossível ele não reparar. Então fui até o quarto dele, com a desculpa de saber se ele estava bem. Quando entrei no quarto, me deparei com ele deitado na cama e com o notebook no colo. Quando me aproximei, ele, com certa agonia, fechou a tela do notebook.
Então perguntei:- Filho, está tudo bem? Estou percebendo que você está um pouco agitado.
Ele respondeu: – Não é nada, só estou com calor.
Então falei: – Se está com calor, porque se trancou no quarto? Aqui está abafado.
Ele me olhou e não sabia o que falar. Só ficava olhando para os meus seios e tentava disfarçar.
Daí eu falei: – Filho, seja sincero, eu sou sua mãe, não precisa esconder nada. Você sabe que o que acontecer aqui não vou contar a ninguém.
Ele sem jeito falou: – Desculpa mãe, é que estou sentindo uma coisa estranha. Meu corpo está quente.
Então, falei. Deixa-me ver se você está com febre, e coloquei a mão na testa dele e falei: Nossa, você está quente mesmo!
Depois sentei na cama e fiquei com a mão encima da perna dele. E “sem querer” esbarrei a mão no pau dele. E como eu suspeitava, o pau dele estava mais duro do que pedra! Kkk…
Então Falei: – Que isso filho! Tem alguma coisa dura aqui em!!
Ele respondeu: – Desculpa, não sei porque estou assim! Está doendo um pouco.
Eu pedi pra ele me mostra, ele ficou sem jeito e não queria, mas eu insisti! – Filho, o que acontecer aqui, vai ficar aqui! Eu juro que não vou contar a ninguém! Ele sem jeito, falou: Tá bom! E foi abaixando o short.
Assim que vi aquele pau, nossa! Não era o maior pau que já vi, mas fiquei cheia de tesão! E falei a ele: Só tem um jeito de resolver isso!
Ele perguntou: – Como?
Respondi: – Você vai ter que se masturbar até gozar! (e dei uma rizada)
Ele começou a rir de nervoso e falou que estava assistindo pornô.
Eu falei: Ah, então era isso que você estava fazendo no notebook?
Ele disse: – Sim e ficou rindo.
Eu falei: – Isso pode ajudar, mas tem uma coisa que é melhor.
Ele perguntou: – O que?
Eu respondi num tom de brincadeira: – Eu!
Ele não sabia o que dizer, só ficou sorrindo. Então ataquei! Fui com a mão no pau dele e falei: – me deixa pater uma pra você! Ele não respondeu nada, só ficou olhando. Dai aproveitei, comecei a masturba-lo… Ele foi relaxando, aproveitei e cai de boca até ele gozar! Ele soltou aquele rio de porra na minha boca rsrsr… Que delícia!
Assim que ele se recuperou eu falei: – Esse é nosso segredo, não conte isso a ninguém!
Ele disse: – Não vou contar, eu prometo!
Então continuei: – Olha, sempre que você ficar assim, pode me chamar rsrs… Eu vou adorar te ajudar!
Após esse evento, aconteceu algumas coisas entre nós… As coisas vão evoluindo e ele fica cada vez mais à vontade comigo! Si quiserem, posso continuar a contar nossas brincadeiras e outras aventuras que já fiz!
Se você já praticou incesto ou tem vontade, conte-me nos comentários, vou adorar lê-los!

Tags:, ,

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *