A minha priminha safadinha

Oi amiguinhos! Quero contar uma historinha. Meu nome é Anastásia* e tenho 19 aninhos. Tenho 1,60, sou morena dos olhos castanhos e peso 62 kg.tenho bastante peito e coxa e pernas, minha cintura é bem marcada. Em setembro foi aniversário do meu tio, e como de costume fizemos um jantar pra ele. A filha dele, minha prima, é muito próxima de mim, SMP fomos bff’s, e o bom dela que ela é aquele tipo de prima bem gostosa que fica pegando na sua bunda. Ela se chama Mel*, tem 18, loirinha e olho castanho, 1,45m e pesa uns 62kg. Ela tem um rabo muito grande, junto com umas coxas e umas pernonas.smp babei nela e ela em mim, mas somos heteros então sempre foi na brincadeira. A gente sempre brincou de se apalpar uma a outra, pq sempre fomos safadinhas uma com a outra. No final da festa a conversa tava boa e decidi dormir na casa dela. Na hora de dormir começamos a conversar sobre o novo namorado dela. Que ele era muito safado, e que ele tinha muita pegada.

– nisso vcs combinam, pq VC é muito safada kkkk -eu disse.

-isso é verdade kk putaria é tudo! – aí a gente ficou se olhando sorrindo uma pra outra. Levantei e tranquei a porta, e então pulei em cima dela, com uma perna em cada lado do corpo dela, puxei o cabelo dela pra mim e beijei ela com força. Ela tirou a coberta e começamos a beijar bem gostoso. Ela gemia demais e eu tirando a roupa dela e ela a minha.

-me fode, Aninha?

-só se VC me foder.

Ela me deitou na cama. Começou a descer e começou a chupar minha bct. Nossa! A minha priminha sabia chupar. Ela chupava meu clit e apertava meu mamilo. Depois enfiava a língua em mim e tacava o nariz no clit. Gemia alto o nome dela e empurrava ela pra mim. -vou gozar melzinha – eu falava, e ela me chupava ainda mais, enquanto me apertava. Finalmente gozei com um grito e ela deu um tapa na minha bct. Ela puxou o meu cabelo e me beijou. – isso tá bom pra VC? – ela disse. Aquilo me excitou e dei um tapa na cara dela enquanto virava de posição.  então eui ela, Depois mamei ela, e aí fui pra bucetinha que tava bem molhada. Comecei a lamber as coxas dela, q era grandes p krl, e aí mergulhei na bct dela. E que buceta!!! Cheirosinha e apertadinha. Comecei e lamber os labios, depois o lábio fino, e comecei e sugar o clitóris dela. Ela gemia e gritava, enquanto puxava meu cabelo. Eu fodia ela enquanto beliscava o mamilo com uma mão e batia na bunda dela com a outra. Enfiei meu dedo nela e ela gemeu meu nome.

– Aninha, VC ta me fodendo, mais rápido – e então eu enfiava o dedo enquanto xupava ela. Ela gozou puxando meu cabelo e mordendo o travesseiro. Beijei a boca dela e disse “esse e o seu gostinho amiga” e ela respondeu “o seu é melhor.” depois desse oral, fizemos uma tesourinha maravilhosa, e gozamos juntas, gritando o nome da outra. Como o quarto dela era no fundo da casa, ninguém escutavam o q estávamos fazendo. Alguns minutos se passaram, e ela Me coloco de quatro. Ela enfiava três dedinhos enquanto puxava meu cabelo.

– aí melzinha, me fode mais priminha, que eu gosto assim – gritava enquanto ela enfiava os dedos. Gozei com um tapa forte de arder na minha bunda e em seguida um tapinha na minha bct. Depois disso foi com ela em seguida com os brinquedinhos dela. E só acabamos quando o despertador tocou. Depois disso, sempre dormimos juntas uma vez ou outra para “a noite do pijama”. E claro, raramente convidamos um amiguinho pra nos acompanhar, para não ficar na mesmice.

Bjos da Ana :*

*nomes fictícios

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *