A esposa branca do Deputado

Sou Loira, esposa de um Deputado Federal de Brasília, somos casados a quatro anos, meu marido passa a maioria do tempo em brasilia e quase não vem para casa, eu passo a maioria do tempo sozinha em casa.

Sou jovem 21 anos, loirinha de pele bem branquinha, corpo angelical e peitinho durinhos, mas ele não se importa muito comigo.

Em um feriado de sessão na câmara dos Deputados eu estava só em casa, dispensei os empregados e resolvi tomar uma atitude muito excitante, afinal eu era rica, tinha muito dinheiro e conseguia tudo que eu queria, entrei num site de garotos vips e contratei dosi negões para vim para minha casa me satisfazer, já tinha cansada de me masturbar sozinha eu queria prazer naquele final de semana, eu queria ser a escrava branca daquele negões.

Tomei banho e me lavei toda me perfumei e vesti uma camisola branca transparente sem nada por baixo e fiquei tomando um drink esperando os garotos chegarem.

Eu estava muito excitada quando a companhia tocou, recebi dois negões pedi para eles entrarem  e também pedi para eles tirarem as roupar e me segui, fui para o meu quarto e logo eles chegaram, já estavam excitados de pau duros, minha nossa como eram grande os cacetes daqueles negro eu ia me satisfazer por completa naquele final de semana, cada um deitou d um lado meu e começaram a me alisar, comecei a beijar um enquanto o outro beijava minha vagina branquinha, abri minha pernas e já estava escorrendo toda de tesão.

Meu marido deve estava  lá em Brasília com aqueles outros velhos Deputados. KKKK

Comecei chupando um pau preto bem delicadamente, não tinha pressa, NOSSA COMO AQUELA ROLA ERA GOSTOSA!! Sentia realmente o gosto de macho me preenchendo, minha saliva, minha língua e todo o meu corpo estava entregue àqueles negros tarados, percebi que eles riam colocar a camisinha então pedi que não usassem comigo, eu queria senti-lo realmente o pau deles me perfurando.

Subi em cima e fui sentando  no pau dele parecia que ia me rasgar por dentro, era enorme e minha vagina mau aguenta  quando ele me levantou e pediu para eu cavalgar, eu subia e descia era muito gostosa aquela sensação, enquanto o outro já lubrificava meu cUzinho com a língua, depois como dedo e depois com a cabeça de sua pica, forçava e eu abri o máximo que aguentava para entrar logo, eu queria os dois dentro de mim e pedi bem alto!! COME MEU CUZINHO SEU PUTO!!!!! ELE FORÇOU E SENTI ENTRANDO TUDO!

Doeu muito nessa hora, pois os paus deles eram muito grandes e grossos, então eles me foderam em todas as posições, eu estava cavalgando e senti o pau dele derramando jatos de gala bem fundo na minha vagina, nesse momento eu me arrepiei toda de tesão, era muita porra escorria por minhas pernas, então meu cuzinho começou a cuspi gala para fora, era o outro negão gozando em mim.

Terminamos e fomos tomar banho, no chuveiro me ajoelhei diante dele e fiz um delicioso boquete duplo, eu punhetava um e chupava o outro quando os dois gozaram na minha cara, eu limpei os puas dos dois, então voltamos para a cama e dormimos os três, pois eu tinha contratados eles para o final de semana completo.

Acordei no meio da noite com uma enorme rola negra me rasgando, que sensação boa, fingi que estava dormindo e ele me comeu bem gostoso, deixando mais uma gozada dentro de mim, como aqueles negros eram tarados.

Passei o final de semana todo sento estuprada por esses dois negões, e vai ser assim agora sempre que aquele deputado filho da puta me deixar sozinha aqui.

One Comment

  1. Avatar

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *